segunda-feira, abril 16, 2007

Tiradentes

‘Pequenina, Tão semente’... Tiradentes. Guardada pela serra De onde tudo vela São José; O presépio dos sonhos dos homens iluminado, Inconfidente, Com todos os seus pecados em suas ruas deixados... Tiradentes, Antigamente, Tudo era docemente inocente. Tiradentes, Tiradentes, Dos seus sonhos sou descendente.

Um comentário:

Simone Andrade Neves disse...

Muito lindinho esse textinho para Tiradentes. Adorei