quinta-feira, novembro 30, 2006

Num estado de graça...

É claro que Minas são várias, muitas, infindas. A cada dia, uma diferente cai em cima de mim e estilhaça meu coração curupira. Ontem, colhi uma diferente nos cafezais do sul... Imponente, portentosa, bem às margens da represa que ilha meu coração banhado pelas belezas da Usina de Furnas. Em Furnas quando o sol se põe, acende em nós um orgulho mergulhado pelas coisas daqui. Vou neste bandeirantismo solitário desvendando e revisitando o meu estado desenhado em tantos azuis. Ê Minas... é hora de ficar por aqui, viajar por aqui, me embrenhar em tudo que vi, li, ouvi e vivi... Minas, palavra montanhosa, maravilhosa, dada em neblinas e coroada em frimas... Minas, mina de ouro, beleza e prazer.

3 comentários:

Simone A. Neves disse...

"minas, palavra montanhosa": bela definição. Gostei

Roberta Guedes disse...

Em Minas encontrei Petrônio Souza Gonçalves........
Te adoroooooooooooooo
bjos
Roberta Guedes

Vania disse...

Ouvir falar de Minas assim,
me deixa em estado de graça!
È mesmo desse jeito os encantos
que deixei...
o tempo passa e è hora sim,
de revisitar o meu estado.