sexta-feira, junho 15, 2007

Andarei de bicicleta;

Terei a vida simples, Discreta... Andarei pela estrada certa, Modesta, Reta. Subirei a serra, Descerei a montanha Amontoando em mim Cada curva do caminho, Cada sonho, Cada paisagem... Andarei de bicicleta, Andarei devagar, Bem devagar... E brincarei de vagar por aí, Pelo planeta, Em uma diária e renovada viagem em busca do sem fim...

2 comentários:

Don disse...

Adorei seu blog Petros!! parabéns pela poesia inerente às suas palavras. Abraços do Don.

Anônimo disse...

As vezes minha lam canta esse desejo pra mim.Micheline