terça-feira, agosto 14, 2007

Na atmosfera,

Risca a última estrela O pavio do tempo. Amanhã, O dia virá nas asas da chuva, Molhado em vento, Trazendo todos os seus rebentos, Suas mudas enraizadas na cauda do cometa cambeta Que brincou de driblar os raios de sol.

Um comentário:

Erika disse...

Querido, mais um texto e uma linda imagem!!! Como vc diz: sou sua fã!!!
Bjokas!!!