quinta-feira, julho 24, 2008

Poeta,

Depositarei mel nos favos do tempo...

Colherei versos trazidos no vento...

Sem tormento,

Terei a cumplicidade do amor em meu templo,

Que,

Como remédio,

Cobrirá minh’alma em luz e sentimento...

terça-feira, julho 15, 2008

Colhi flores,

Roubei raios e trovões,

Guardei tudo na palma da minha mão,

Acreditando nascer um novo dia para te dar.

quarta-feira, julho 09, 2008